A Brigada Militar vai convocar policiais do interior para reforçar a segurança no julgamento de Lula no dia 24 em Porto Alegre

A BM (Brigada Militar) começa a convocar, a partir da próxima semana, policiais militares do Batalhão de Operação Especial de Santa Maria e de Passo Fundo para atuar em Porto Alegre. Serão chamados também, de forma gradativa, policiais do Comando de Policiamento da Capital que estão na Operação Golfinho, no litoral.

A medida foi definida em reunião entre o secretário de Segurança Pública, Cezar Schirmer, e o subcomandante da BM, coronel Mario Ikeda, realizada na manhã desta sexta-feira (12), e faz parte do planejamento estabelecido pelo Gabinete de Gestão Integrada, instalado para o acompanhamento do julgamento do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, marcado para o dia 24 de janeiro no TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), em Porto Alegre..

Manifestações

As lideranças das bancadas estaduais do PT, do PCdoB e do PSOL solicitaram, na quarta-feira (10), audiência com o governador José Ivo Sartori para tratar da segurança durante as manifestações programadas para os dias 22, 23 e 24, em função do julgamento de Lula.

Em resposta à solicitação, o chefe de Gabinete do Governador, João Carlos Mocellin, afirmou que o assunto está sendo conduzido pelo Gabinete de Gestão Integrada, coordenado pelo secretário Cezar Schirmer. Além disso, conclamou as lideranças políticas do Rio Grande do Sul para colaborarem com a redução do radicalismo político e com a construção da paz social.

Deputados

O presidente do TRF4, desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores, recebeu nesta sexta-feira (12) um grupo de deputados das bancadas federal e estadual do Rio Grande do Sul do PT (Partido dos Trabalhadores).

Os parlamentares vieram ao tribunal para oferecer cooperação à instituição para que as manifestações referentes ao julgamento do dia 24 de janeiro ocorram de forma pacífica. “Representamos aqui os 165 deputados do PT no país e estamos trabalhando para que tudo transcorra dentro das normas da Constituição Federal e das garantias individuais”, salientou o deputado federal Paulo Pimenta, líder da bancada do PT na Câmara Federal.

O presidente do TRF4 agradeceu a visita institucional e a oferta de colaboração, enfatizando que todos os esforços devem ser feitos para assegurar a tranquilidade.

Também participaram da reunião o presidente da Comissão de Segurança do TRF4, desembargador federal Márcio Antônio Rocha, os deputados federais Marco Maia e Maria do Rosário e os deputados estaduais Edegar Pretto (presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul), Stela Farias (líder da bancada estadual do PT no legislativo estadual) e Tarcisio Zimmermann, além do advogado Ricardo Zamora.

Comentários