Brigada Militar mantém buscas a assaltantes de banco que mataram policial militar

O sargento João Marcelo Borges Desidério foi baleado durante tiroteio com quadrilha. (Foto: BM/Divulgação)

A BM (Brigada Militar) mantém buscas aos criminosos explodiram caixas eletrônicos de uma agência do Banrisul em Erval Grande, no Norte do Rio Grande do Sul, e mataram um policial militar durante a fuga, na madrugada deste sábado (29). Um helicóptero da BM auxilia nas buscas. A Polícia Militar de Santa Catarina também foi acionada – o município faz divisa com aquele Estado.

O sargento João Marcelo Borges Desidério, de 43 anos, foi atingido com dois tiros no abdômen. Ele chegou a ser hospitalizado, mas não resistiu. O policial fazia ronda com um colega, quando perceberam a ação da quadrilha. Houve tiroteio.

Os agentes enfrentaram pelo menos dez criminosos, relatou o comandante da Brigada Militar na região, tenente-coronel Fernando Carlos Bicca. O outro policial foi rendido pelos bandidos, mas não foi ferido gravemente. Os assaltantes fugiram em uma caminhonete Strada de cor branca levando as pistolas dos brigadianos.

A agência ficou totalmente destruída, o teto e as paredes desabaram. Não há informações sobre a quantia de dinheiro levada.

Comentários

Comentários

658 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.