Com um gol aos 40 minutos do segundo tempo, o Grêmio venceu o Fluminense por 1 a 0 em casa, pelo Brasileirão

FONTE: O SUL – http://www.osul.com.br/

Diante de quase 18 mil torcedores na Arena, o Grêmio venceu o Fluminense na tarde desse domingo, pela vigésima-sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado aos 40 minutos do segundo tempo pelo atacante peruano naturalizado brasileiro Beto da Silva, marcando pela primeira vez com a camisa do Tricolor.

Com esse resultado, o time treinado por Renato Portaluppi encerrou uma sequência de três derrotas consecutivas na competição e chegou a 46 pontos mas se manteve na terceira colocação. À sua frente estão o líder Corinthians e o vice Santos, respectivamente com 55 e 47 pontos.

O jogo

A saída de jogo foi do Grêmio, estreando a sua terceria camisa oficial, em azul-marinho. Mas quem chegou primeiro foi o Flu, com Lucas recebendo passe de Scarpa na ponta direita, mas o cruzamento foi direto nas mãos de Marcelo Grohe. O Tricolor respondeu e desceu pela esquerda com Everton, mas o atacante teve que recuar. Geromel recebeu e lançou Jael, impedido. Aos 7 minutos o Grêmio perdeu um gol claro. Ramiro recebeu cruzamento dentro da área, na marca pena e ajeitou de cabeça para Jael, que chutou de primeira, sozinho. Mandou por sobre a meta.

O Fluminense teve uma boa chance com uma cobrança de falta na ponta esquerda. Scarpa mandou direto na área, mas Marcelo Grohe saiu de soco e afastou o perigo. Em novo lance, o estreante gremista Cristian recebeu na intermediária e chutou de longe, exigindo a defesa do arqueiro adversário. O Grêmio chegou novamente, pela direita com Léo Moura, que cruzou na área mas a zaga afastou para escanteio. Patrick cobrou na área, Jael desviou de cabeça e Everton finalizou duas vezes. O goleiro do time carioca conseguiu duas grandes defesas aos 15 minutos.

Mais uma vez no ataque, Everton avançou pela esquerda e cruzou. Ramiro recebeu na área e mandou uma bomba, mas Diego Cavalieri fez outra boa defesa. Ainda pressionando, o Grêmio seguiu com Léo Moura na direita. O lateral fez um novo lançamento na área, Jael desviou e tirou a bola de Everton, que chegava para finalizar.

Aos 35 minutos, uma grande jogada gremista resultou no gol de Patrick, mas que ao final foi anulado pela arbitragem. De pé em pé, o Tricolor trabalhou bem a bola até chegar a Léo Moura. O lateral recebeu e ajeitou de calcanhar para o meia, que chutou a gol, balançando as redes da meta adversária. Gol anulado por impedimento que não existiu.

O Grêmio voltou a campo na etapa complementar com outra formação. Saiu Cristian, entrou Jailson. Mas manteve a pressão desde o primeiro minuto. Everton recebeu na área e finalizou, mas Diego Cavalieri segurou firme e colocou a bola em jogo para o Flu. Em um lance seguinte, Patrick recebeu passe na área, quando foi derrubado por Reginaldo, que cortou pra escanteio. Léo Moura colocou no primeiro poste, mas a zaga cortou.

Aos 7 minutos, os cariocas chegaram com perigo. Douglas fez boa e acionou Dourado, que chutou cruzado. Grohe desviou, a bola ainda bateu na trave e saiu a escanteio. Scarpa cobrou e Marcelo fez mais uma grande defesa. No lance seguinte, Scarpa colocou de novo na área, e Reginaldo cabeceou. Aos 10 minutos, quando Grêmio chegava pelo meio, Everton foi derrubado perto da área. Na cobrança, Ramiro mandou a gol, Cavalieri espalmou. Na sobra, Everton dominou no peito, Lucas derrubou o atacante, que caiu dentro da área. Nada assinalado pelo juiz.

O time visitante teve uma falta a seu favor na ponta esquerda, aos 22 minutos. Sornoza colocou no primeiro poste, Marcelo Grohe saiu de soco e afastou. Dois minutos depois, o Grêmio chegou de novo. Everton recebeu dentro da área, puxou pra direita e chutou. Diego fez mais uma defesa. No lance seguinte, Jael foi derrubado dentro da área, nada assinalado.

O gol gremista saiu aos 40 minutos. Everton cruzou para a área, a bola raspou no braço de Orejuela, e a sobra ficou com Beto da Silva, que havia entrado 8 minutos antes. Ele desviou e mandou para o fundo das redes, marcando pela primeira vez com a camisa do clube – ele foi contratado em janeiro e desde então só havia atuado em quatro partidas pelo time gaúcho. O apito final soou aos 48 minutos.

Comentários