Dono de supermercado é preso e mais de 400 quilos de alimentos são apreendidos durante fiscalização no Litoral Norte gaúcho

No segundo dia de operação da Força-Tarefa Segurança Alimentar no município de Arroio do Sal, no Litoral Norte do RS, na quinta-feira (11), dois estabelecimentos foram fiscalizados e interditados parcialmente. Foram apreendidos mais de 400 quilos de alimentos impróprios ao consumo.

O Hotel Bolzan teve a cozinha parcialmente interditada por falta de organização e higiene. Além disso, foram recolhidos cerca de 100 quilos de alimentos impróprios para o consumo e 200 litros de vinagre sem procedência.

O proprietário do Supermercado do Alemão foi preso em flagrante por crime contra as relações de consumo. No local, os fiscais encontraram alimentos com prazos de validade vencidos, embalagens abertas, produtos armazenados de forma irregular, moscas nos pães e problemas de identificação na rotulagem. Além disso, o supermercado não tinha condições de trabalho e higienização dos funcionários, faltando pia e vestiários. O estabelecimento também foi parcialmente interditado.

Participaram da operação o coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Segurança Alimentar, Mauro Rockenbach; o promotor do Consumidor de Porto Alegre André Marchesan; o promotor de Justiça de Torres Márcio Roberto Silva de Carvalho; representantes da Vigilância Sanitária Estadual e Municipal e da Secretaria Estadual da Agricultura, além da Polícia Civil e da Brigada Militar.

Comentários