Empresário é preso em Portão por crime ambiental

Fiscalização da Delegacia do Meio Ambiente, no município, encontrou irregularidades.

Um empresário foi preso por crime ambiental nesta terça-feira (16), no bairro Estação Portão, em Portão. A prisão ocorreu durante fiscalização da Delegacia do Meio Ambiente, do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), em nova etapa da Operação Ambiente Sustentável.

Segundo a Delegada Marina Goltz, o armazenamento irregular de embalagens com resíduos de produtos químicos inflamáveis e corrosivos foi constatado na área externa da empresa, do ramo de beneficiamento de couros, em desconformidade com as exigências legais. Foram localizadas também pallets contendo retalhos de couro wet blue dispostos no pátio, sem impermeabilização do solo e cobertura contra intempéries.

Segundo a Delegada Marina Goltz, o material reage com a água da chuva, transformando-se em produto extremamente nocivo ao meio ambiente, além de ser cancerígeno. O empresário foi autuado em flagrante pelo crime previsto na Lei de Crimes Ambientais, com penas de 1 a 4 anos. Ele foi liberado mediante pagamento de fiança.

Comentários