Estado investe 1,5 milhão de reais para aparelhar Polícia Civil e Susepe

Governador Sartori oficializou entrega do armamento ao chefe de Polícia, Emerson Wendt, e à superintendente da Susepe, Ane Stock (Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini )

A Polícia Civil e a Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) receberam, na manhã desta segunda-feira (17), 377 armas (espingardas, carabinas, fuzis e pistolas), 216,8 mil munições, 240 granadas e 40 tubos de gás antitumulto. O investimento é de R$ 1.537.126,57 e os recursos são do governo do Estado. Também foram entregues dispositivos eletrônicos incapacitantes (Sparks) e espargidores (gás lacrimogêno e spray de pimenta).

Os equipamentos vão para os departamentos, divisões e delegacias especializadas da Polícia Civil. Na Susepe, serão atendidas as demandas das nove regiões penitenciárias, da Divisão de Segurança e Escolta e do Grupo de Ações Especiais (Gaes).

Durante o ato da entrega do material na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP), o governador José Ivo Sartori defendeu o trabalho de prevenção, mas enfatizou que, ao mesmo tempo, “temos que demonstrar força na repressão para que os que insistem em ficar do lado da criminalidade saibam que o crime não compensa”.

Sartori afirmou que o país precisa urgentemente de um novo modelo penitenciário. “Do que jeito que está não pode ficar. A impunidade não pode vencer a sociedade. A impunidade precisa ser atacada. Tenho a convicção que temos que mudar todas as leis penais do nosso país. Elas são frágeis e favorecem a impunidade”, ressaltou.

O governador confirmou ainda que, no próximo dia 2 junho, serão formados mais 223 agentes e inspetores da Polícia Civil, mais 1,2 mil brigadianos e 300 bombeiros.

O secretário da Segurança, Cezar Schirmer, destacou que o investimento em armas e equipamentos é uma mostra de que o governo “está efetivamente equipando e priorizando a Segurança Pública”. Schirmer disse ainda que processos para compra de mais armamento estão andamento. E contabilizou: “até o final deste ano, teremos mais 4,2 mil servidores na Segurança Pública”.


O chefe de Polícia, delegado Emerson Wendt, afirmou que o material será usado nas atividades rotineiras dos órgãos operacionais da instituição. “O nosso pessoal vai se sentir mais seguro de ir a campo”, disse. Para a superintendente da Susepe, Ane Stock, o novo armamento “vai qualificar o trabalho no interior dos estabelecimentos e nas escoltas de presos”.

Também participaram do ato o comandante-geral da Brigada Militar, Andreis Sílvio Dal’Lago, o diretor-geral do Instituto Geral de Perícias, Cleber Muller, e o chefe da Casa Militar, coronel Everton Oltramari.

Confira o material adquirido:

Polícia Civil

51 carabinas, calibre 5.56, modelo IA2, marca Imbel
Armamentos destinados aos departamentos, divisões e delegacias especializadas
Investimento: R$ 397.887,21
Fonte dos recursos: governo do Estado

Susepe

Armas
92 espingardas calibre 12, marca CBC (R$ 190.255,08)
30 dispositivos eletrônicos incapacitantes (Sparks) (R$ 123.000,00)
200 pistolas .40, modelo PT840, marca Taurus (R$ 281.686,00)
4 carabina 5.56, modelo IA2, marca Imbel (R$ 30.523,28)
Investimento total para compra de armas: R$ 625.464,36

Munição
4.800 munições, marca CBC (R$ 14.880,00)
40 Espargidores (Tubo de gás antitumulto) (R$ 18.522,00)
240 granadas (R$ 49.473,00)
212.000 munições para treinamentos, destinado ao curso de formação dos agentes penitenciários, marca CBC (R$ 430.900,00)
Armamentos e munições destinados às nove regiões penitenciárias do Estado; Divisão de Segurança e Escolta da Susepe; e Grupo de Ações Especiais da Susepe (Gaes)
Investimento total para compra de munições: R$ 513.775,00
Fonte dos recursos: governo do Estado.

Armamento reforça atuação no combate ao crime (Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini)
Armamento reforça atuação no combate ao crime (Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini)

The post Estado investe 1,5 milhão de reais para aparelhar Polícia Civil e Susepe appeared first on O Sul.

Comentários

Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.