Identificados suspeitos da morte de médica na Zona Norte da Capital

A médica do Hospital Banco de Olhos Graziela Müller Lerias morreu após ser alvejada durante assalto.

A PC (Polícia Civil) já identificou os dois suspeitos de terem assassinado a médica Graziela Müller Lerias, de 32 anos, no último domingo (14), na Zona Norte de Porto Alegre. A oftalmologista foi alvejada durante o roubo do automóvel Citröen C4 Palla em que estava na companhia de uma irmã.

Veículo

O Citroën C4 Pallas de Graziela foi encontrado por volta das 21h dessa segunda-feira (15) na avenida Edgar Pires de Castro, na Zona Sul da Capital. Segundo a PC, o carro estava carbonizado, mas as placas do veículo ficaram intactas. O automóvel foi encaminhado para perícia.

Manifestação

Após manifestação contra a violência urbana realizada nessa terça-feira (16), no Centro de Porto Alegre, familiares da médica, vítima de latrocínio no bairro Navegantes em Porto Alegre, e entidades médicas foram recepcionados no Palácio Piratini, na Capital.

O Chefe de Polícia, delegado Emerson Wendt, explicou ao grupo como está sendo realizado o trabalho da polícia neste e em outros casos ocorridos na Capital. Estiveram presentes, o secretário da Casa Civil, Márcio Bolchi; e o secretário adjunto da Casa Civil, José Guilherme Kliemann; além das autoridades médicas; o Coordenador de Ensino do Hospital Banco de Olhos, Ricardo Morschbacher, onde a vítima trabalhava; e a vice-presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, Maria Rita de Assis Brasil.

Comentários