Início da operação da ETE de Venâncio Aires promete benefícios sociais e ambientais

O sistema de esgotamento sanitário em Venâncio Aires recebeu maior reforço do governo do Estado, nesta sexta-feira (11), com o início da operação da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) do município. Na presença do governador José Ivo Sartori, foram assinados documentos que também garantem a ampliação dos sistemas. São mais de R$ 4,1 milhões em investimentos de um total de R$ 31.728.294,52 direcionados pela Corsan para a implantação.

A ETE começa a operar com vazão de cinco litros por segundo, beneficiando a cerca de 3 mil pessoas. A próxima fase será fazer as ligações domiciliares. Quando executado o emissário final, que terá a extensão de um quilômetro e ligará a ETE ao arroio Castelhano, a instalação terá capacidade para atender, ao todo, a 23,3 mil habitantes.

Para o governador José Ivo Sartori, o início das operações trazem benefícios sociais, de saúde e ambientais que simbolizam “uma estrutura urbana mais qualificada e adequada às necessidades crescentes da comunidade”.

“Nós, gestores, somos passageiros, mas as obras, o trabalho social, o desenvolvimento das regiões são resultados permanentes. Saneamento básico é fundamental para o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, afirmou Sartori.

“Estamos falando de melhor qualidade de vida quando tratamos de investimentos em saneamento”, disse o secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Fabiano Pereira.

No evento, ainda foi assinada a ordem de reinício das obras da cobertura de uma quadra poliesportiva da Escola Estadual de Ensino Médio Wolfram Metzler, de Venâncio Aires, com um investimento de R$ 545 mil. A previsão para o término da obra, conforme a empresa responsável, é de 60 dias. O prefeito de Venâncio Aires, Giovane Wickert, agradeceu a atenção dada ao município.

Redes coletoras e ampliação das redes de abastecimento

Na ocasião, foram assinadas as ordens de início para a execução de 11.967 metros de redes coletoras de esgoto e 850 ramais prediais, com investimento de R$ 2.500.496,95; e para a ampliação e a substituição de redes de abastecimento de água, com valor investido de R$ 550 mil.

O diretor da Corsan, Marcus Vinicius Caberlon, comemorou a parceria da companhia com o município. “Essa é a primeira fase da implantação, que deve estar pronta em 30 dias para fazermos as ligações domiciliares. Estamos também autorizando a antecipação do Fundo Municipal de Gestão Compartilhada, com valores de R$ 1,5 milhão para a prefeitura investir em saneamento. São novas etapas para o desenvolvimento de Venâncio Aires”, ressaltou.

No total, a empresa já executou 6.230 metros de redes coletoras e 542 ramais prediais da bacia 01 (parcial), no valor de R$ 2.559.446,47. Também implantou 1.072 metros de redes coletoras e 480 ramais prediais da bacia 03 (parcial), no valor de R$ 1.255.951,06.

Acompanharam a solenidade a secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori; os deputados Heitor Schuch e Edson Brum; a diretora da Escola Wolfram Metzler, Elida Klamt; o representante da empresa Dami Construções e Saneamento, André Minussi; vereadores e venancio-airenses.

Comentários