Polícia Civil desarticula quadrilha que causou prejuízo de mais de 2 milhões a empresas no Estado

Um homem de 30 anos foi preso e com ele apreendido um “Jammer”, equipamento eletrônico utilizado para bloquear o sinal de rastreador de caminhão. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Policiais da Delegacia de Polícia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas do Departamento Estadual de Investigações Criminais desarticularam uma organização criminosa especializada em roubo de cargas no Estado, na manhã desta segunda-feira (26). Durante a ação, foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão. Um homem de 30 anos foi preso e com ele apreendido um “Jammer”, equipamento eletrônico utilizado para bloquear o sinal de rastreador de caminhão.

De acordo com o delegado Gustavo Bermudes, “a organização investigada trouxe um prejuízo estimado em 2,5 milhões de reais às empresas transportadoras, somente nos últimos quatro meses, sem contar o sofrimento suportado pelas vítimas já que ficam privadas momentaneamente de sua liberdade.”

O delegado Sander Cajal ressaltou a importância de manter o enfrentamento à criminalidade organizada por meio de trabalhos investigativos qualificados. Aproximadamente 70 policiais civis, com o apoio do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos e de agentes da Polícia Rodoviária Federal, cumpriram os mandados nos municípios de Porto Alegre, Esteio, Sapucaia do Sul e Alvorada.

Durante a investigação diversos objetos foram apreendidos: carros, caminhões, armas e munições, toucas ninja, potes contendo miguelitos encontrados em galpões utilizados pela organização. Com o indivíduo preso na ação totalizam três membros do grupo. Outros três indivíduos encontram-se foragidos.

A Polícia Civil recebe denúncias por meio do 0800-510 2828 – WhatsApp ou Telegram (51) 8418.7814.

Comentários

Comentários

41 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.