Temporais causam estragos, falta de energia elétrica e alagamentos no Rio Grande do Sul

FONTE: O SUL – http://www.osul.com.br/

Temporais com fortes chuvas e ventos causaram estragos e deixaram milhares de pessoas sem luz no Rio Grande do Sul na noite de quarta-feira (18) e na madrugada desta quinta-feira (19). As principais regiões afetadas foram a Central e a Fronteira Oeste. Pelo menos 34 municípios foram atingidos, segundo a Defesa Civil do RS.

Em Santa Maria, mais de cem casas foram destelhadas. Dez bairros registraram danos. Árvores caíram pela cidade. A Defesa Civil do município, que ficou às escuras, recomendou que a população evite sair de casa. Júlio de Castilhos também foi bastante atingido. Santana do Livramento e municípios da região registraram queda de granizo.

Segundo a Metsul Meteorologia, a velocidade do vento chegou a 134 km/h em Cruz Alta; 112 km/h em Soledade; 106 km/h em Santiago; 105 km/h em Tupanciretã e Dom Pedrito; 92 km/h em Alegrete; 87 km/h em São Gabriel; 85 km/h em São Luiz Gonzaga; e 80 km/h em Uruguaiana.

Pelo menos 14 pontos de rodovias federais foram interditados no Rio Grande do Sul em razão dos temporais nesta manhã, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

Porto Alegre

Na Capital gaúcha, os ventos chegaram a 70 km/h, conforme a Metsul. A chuva forte provocou dezenas de pontos de alagamentos, quedas de árvores e diversos semáforos ficaram fora de operação, segundo a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação).

Comentários