Trio gremista fala sobre a convocação de Tite

Pelo lado financeiro, o tridente gremista está entre os mais valiosos jogadores do clube. Técnica e taticamente, compõem a “espinha” da equipe titular de Renato Portaluppi. Especulados em muitos times do exterior, os atletas foram chamados, hoje, para a Seleção Brasileira.

Em entrevista coletiva, concedida no CT Presidente Luiz Carvalho, Pedro Geromel, Luan e Walace falaram sobre a convocação do técnico Tite. “É sempre uma honra defender a Seleção. É só fazer um bom trabalho que as chances aparecem”, afirmou Geromel.

O objetivo do amistoso contra a Colômbia é destinar toda a renda para as famílias de jogadores e funcionários da Chapecoense que fizeram parte da tragédia. Walace enalteceu a iniciativa da CBF. “Toda ajuda para eles (famílias das vítimas), é o mínimo que podemos fazer”. Sobre as especulações de uma possível transferência, o jovem foi sincero. “Eu nunca escondi meu desejo de atuar na Europa, mas não tenho pressa. Eu tenho meu pessoal que cuida das minhas coisas”, comentou.

Luan seguiu no mesmo caminho, e falou sobre o atual momento da carreira. “Eu acho que 2016 foi um ano especial. Começar 2017 com o pé direito, sendo convocado, é um sinal que tem tudo para dar certo”, previu o atacante. Assim como o volante, respondeu sobre as sondagens. “Também desejo jogar lá fora, mas procuro manter a cabeça sempre no Grêmio. Peço para me consultarem só se tiver algo concreto”, disse.

O experiente zagueiro, ainda, ressaltou a importância da dupla para o clube, especialmente na última temporada. “Os dois (Luan e Walace) têm a cabeça muito boa. Tanto que, mesmo com as sondagens, deram o título para o Grêmio no ano passado”, finalizou.

Comentários