“União está assumindo compromisso de trabalhar com Estado”, diz Sartori

Governador falou ao programa Governo e Comunidade sobre a reunião do Fórum Permanente de Governadores (Foto: Karine Viana/Palácio Piratini)

A reunião do Fórum Permanente de Governadores, na última quarta-feira (15), em Brasília, serviu para definir questões como a repatriação de recursos para os estados. Já aprovado na Câmara dos Deputados, o projeto está agora no Senado. Para o governador José Ivo Sartori, até julho é possível que parte do valor que caberá ao Rio Grande do Sul já esteja em poder do Estado e dos municípios.

No programa Governo e Comunidade deste sábado (18), o governador destacou sobre este assunto e também a respeito de segurança pública no Rio Grande do Sul e no restante do País. “A nossa Secretaria de Segurança está integrada com a Força Nacional, o Exército Brasileiro, a Força Aérea e a Marinha. São parcerias para o andamento de planos estaduais, que estão em vigor desde o ano passado”, ressaltou.

Alternativas para o combate à criminalidade também foram mencionadas no programa. “Vamos cruzar todos os dados do estado com o município de Porto Alegre, e faremos também a troca de informações entre os presídios federais com os estaduais”, afirmou Sartori.

Ao final, o governador falou sobre os R$ 65 milhões que a União se comprometeu a repassar ao Rio Grande do Sul para combater a criminalidade e minimizar a superlotação nos presídios. “Esse valor vai servir para a questão dos presídios, aquisição de novos carros e equipamentos. Em Brasília, ainda surgiu a possibilidade de colaboração do governo federal no pagamento de horas extras aos brigadianos”, lembrou.

 

Comentários

Comentários

770 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.